Sigo palavras e busco estrelas.

Transparência

A sinceridade deve nortear sempre as suas vidas.

Devemos estar atentos para não nos influenciarmos por intenções ocultas, por pessoas que são movidas pelo interesse, que demonstram ser uma coisa que não são. A percepção se faz quando nos resguardamos através das preces que nos envolvem com uma aura protetora.

A sinceridade de propósitos, concentrando toda a nossa energia na consecução de tarefas a que nos propomos, torna tudo mais fácil. É preciso que se façam entender. A paciência é necessária em todos os momentos.

Quantas vezes nos magoamos com alguém quando esse alguém não corresponde às nossas expectativas! Sempre que esperarem uma atitude e que essa não for a que esperam, tomem uma atitude e digam o que estão sentindo. O outro muitas vezes não pode adivinhar o que estão esperando dele.

A comunicação é imprescindível. As mágoas guardadas e não ditas se avolumam com o tempo e não permitem que percebamos o quanto elas nos fazem mal.

A intolerância para com aqueles que nos magoaram não deixa que reconheçamos o lado positivo dessas pessoas.

A transparência de seus atos faz com que se tornem pessoas confiáveis e é condição fundamental para um bom relacionamento.

A cristalinidade das palavras impregnadas de bondade dos Espíritos superiores que passaram pela Terra é uma força para que prossigamos na busca do verdadeiro sentido da vida: o amor.

As crianças percebem quando lhes estão mentindo. Usem de franqueza com elas, procurando uma forma de resguardar sua pureza, sem contudo, afastá-las da realidade. Utilizem-se de muita sensibilidade ao darem explicações para as crianças. Não as decepcionem.

Uma vida carregada de positividade influencia a quem de vocês se aproxima. Assim foi a vida de Francisco de Assis, plena de amor, que é o sentimento mais positivo que move a humanidade.

Sejam sempre sinceros. Principalmente consigo mesmos. Fiquem em paz. Reconheçam seus erros e procurem entender a falha dos outros.

Perdoar para crescer. Perdoar para ser perdoado.

Mensagem do livro “Auto-Ajuda x Alto-Ajuda” de Cely Durão. Mensagens psicografadas de Francisco Cipriano e Irmã Germana.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s