Sigo palavras e busco estrelas.

O oLhAr

Aprendendo…

OLHOS NOS OLHOS por Marcelo Mol


“Como é importante olhar, perceber, se comunicar. O olhar diz tudo. As crianças percebem com mais facilidade o que dizem os olhos.

A expressão de dor, de sofrimento, de alegria, de indignação, de amor se manifesta no olhar.

Olhar para o seu semelhante com complacência, entendendo suas dificuldades, colocando-se em seu lugar. O entendimento é essencial para a prática da fraternidade.

Um olhar suplicante de amor, de carinho, de apoio comove e promove modificações.

Olhar o mundo como um local de aprendizado. Esse aprendizado compete a vocês. A evolução pessoal deve ser contínua. Saber escutar, procurar nos livros e nos comunicadores respostas para nossas dúvidas. O conhecimento produz modificações que favorecem a segurança.

Olhar com a alma. Olhar com a certeza de que estão sendo correspondidos. A aproximação de duas pessoas começa num olhar. É o primeiro passo para o encontro.

Contemplar as estrelas, vagar pela escuridão da noite indagando o porquê de tudo.

Não é só com os olhos que vemos. Nosso pensamento nos leva a lugares nunca vistos. Quando lemos um romance, um livro, vemos, construímos, imaginamos.

Portanto, meus queridos, vejam a vida sob a ótica do amor. Não transfigurem situações aumentando ou diminuindo sua realidade. Procurem sempre o real valor de cada coisa. Não exagerem seus conceitos. Nada pode ser visto de forma radical. Estejam abertos para as críticas, mesmo que elas possam incomodá-los. Os outros, provavelmente, estarão enxergando parte de vocês que, por estarem desatentos, não percebem.

Ouçam, sintam, vejam como são importantes. Sintam o quanto podem modificar situações com um olhar. Um olhar pde dizer mais que mil palavras. Um olhar severo, de reprovação, cala multidões.

As vibrações do olhar dizem o que vai nos corações.

A percepção pode ser desenvolvida. A atenção para tudo e para todos nos torna receptivos e olhamos à nossa volta os acontecimentos e podemos ver melhor aquilo que nos diz respeito.

Olhos nos olhos. A sinceridade pode ser percebida. Procurem sempre olhar dentro dos olhos ao se dirigirem a alguém. Percebam sua reação. A indiferença no tratar não toca o outro. A comunicação não se estabelece e aquilo que se espera não acontece.

Francisco de Assis olhou seus semelhantes com todo o amor que seu coração abrigava e, sozinho, com a força de sua fé e da proteção dos Espíritos superiores, abriu caminho para a evolução de seus semelhantes e sua ação perdura até hoje. As falanges franciscanas, as ordens franciscanas estão a serviço da humanidade. Tanto temporal, quanto espiritual.

Estejam receptivos para o amor. Olhem seus semelhantes com os olhos da solidariedade. Não fechem seus olhos para os infortúnios de nossa sociedade. Contribuam para minorar os sofrimentos, todos somos irmãos. Não desprezem aqueles que são tão necessitados.

Um olhar de perdão apaga mágoas antigas.

Olhem para o céu e orem para que tudo dê certo. Que tudo encontre harmonia.

As falanges protetoras olham por todos, mas é importante estabelecer a sintonia com as forças espirituais, rezando, solicitando suas presenças.

Sejam felizes. Vivam em paz. Lembrem-se do doce olhar de nossa Mãe Maria. Imaginem, e isso não será imaginação.”

O OLHAR DO DESALENTO

Do livro “Auto-Ajuda x Alto-Ajuda”, por Cely Durão. Mensagens psicografadas de Francisco Cipriano e Irmã Germana. MAP Editora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s